domingo, 29 de setembro de 2013

Mulheres com bumbum grande são mais inteligentes e vivem mais, diz pesquisa



Ter o bumbum grande é quase o padrão de beleza nacional. Mas, se antes acreditavam que beleza existe para substituir a inteligência, estudos comprovam o contrário. Segundo cientistas da Universidade de Oxford, determinaram que as mulheres que possuem um traseiro grande e cintura fina, são mais inteligentes que o restante.
As vantagens de acumular gordura no derrière são maiores do que se pode imaginar. Além de estar relacionado à inteligência, o bumbum avantajado pode também ser sinônimo de saúde.Os médicos chegaram à conclusão de que a gordura proveniente da parte baixa do corpo das mulheres previne o desenvolvimento de diabetes, graças à quantidade e tipo de hormônios que contém. Essa conclusão foi tirada após analisar e comparar alguns tipos de gordura existentes no corpo humano.
De qualquer forma, não se trata de que as mulheres devam comer a mais. O benefício do traseiro avantajado é determinado pela genética, portanto ainda não é possível alterar o bumbum por meio de hábitos alimentícios.O tipo de gordura encontrado possui hormônios que ajudam a metabolizar açúcares e outros lipídeos de forma mais fácil, ao contrário da gordura abdominal.



Há outros estudos que tentam relacionar o tamanho do bumbum
ao fato de uma mulher viver mais e melhor. Nas universidades de Califórnia e
Pittsburgh, pesquisadores descobriram que as mulheres com quadris largos e
cinturas finas são mais inteligentes que as demais

Há outros estudos que tentam relacionar o tamanho do bumbum ao fato de uma mulher viver mais e melhor. Nas universidades de Califórnia e Pittsburgh, pesquisadores descobriram que as mulheres com quadris largos e cinturas finas são mais inteligentes que as demais.Há outros estudos que tentam relacionar o tamanho do bumbum ao fato de uma mulher viver mais e melhor. Nas universidades de Califórnia e Pittsburgh, pesquisadores descobriram que as mulheres com quadris largos e cinturas finas são mais inteligentes que as demais.
O professor que liderou a pesquisa da Universidade de Oxford, afirma que as mulheres com mais gordura no bumbum têm níveis menores de colesterol e glicemia. O atributo também favorece o nível de leptina, hormônio que regula o peso.

Fonte: R7